Associação Brasileira dos Treinadores de Tambor e Baliza
    A Paixão Levada a Sério

Entrevistas

Verena Foloni Ferraz Carrara

 A ABTB Treinadores esteve presente na Prova dos 3 Tambores, 8º Play Horse, que aconteceu em Bauru-SP no dia 02/04/2016. A pista estava diferente das outras etapas e o tempo recorde da pista que era de 17,301, baixou e agora passou para a cela de Sidnei Júnior com Três Uno Quatro com o tempo de 16,909. A pista estava excelente, macia e rápida, considerando ainda ser uma pista aberta, onde tiveram 2 tempos na casa dos 16” e alguns 17,0, 17,1, 17,2.

 ENTREVISTA:

 A ABTB Treinadores entrevistou uma das responsáveis por esse resultado da pista de Bauru-SP, confiram a entrevista com Verena Foloni Ferraz Carrara:

ABTB: Há quanto tempo trabalha no meio dos cavalos?

Verena: O cavalo sempre esteve presente em minha vida pois meu pai, Marcos Rodrigues Ferras, sempre foi um apaixonado por cavalos e grande cavaleiro. Trabalho na empresa Quarto de Milha MF e Play Horse.

ABTB: Quando vocês começaram o projeto da pista para chegar a esse resultado?

Verena: Essa pista foi feita em 1997 por Rogério Ferraz, meu irmão, Carrara meu marido e por mim, para o começo do Play Horse, uma escola de equitação básica e treinamento para Tambor e Baliza.

 Foi feito um corte no terreno e seu solo ficou com predominância de terra vermelha, por isso, na ocasião, colocamos um pouco de areia nos viradores. Como a terra vermelha se compacta facilmente, passávamos a grade para torna-la mais macia e absorvível e com o passar do tempo, o solo foi formando essa mistura de terra com areia.

ABTB: Foi feita uma reconstrução da pista?

Verena: Não, apenas a manutenção para torna-la macia e absorvível.

ABTB: O que foi feito para facilitar o manejo?

Verena: O manejo é feito por pessoas da fazenda mesmo, que são muito caprichosos. Contamos com um rastelo hidráulico simples que gentilmente a ARCO nos empresta, e no dia da prova, se necessário, molhamos a pista por causa da poeira.

ABTB: Pesquisaram outras pistas para novas idéias?

Verena: Não pesquisamos, mas ao longo do tempo nos deparamos com muitas pistas diferentes, que nos deram vivência. Cada pista tem suas particularidades, que variam de acordo com o solo, manutenção recebida e finalidade de uso.

ABTB: O que você acredita que deixou a pista com essa excelência?

Verena: Obrigada pelo elogio, mas estamos sempre buscando melhorar. Acreditamos que uma pista boa é aquela que dá segurança aos cavalos e competidores e que proporciona aos cavalos bons movimentos para seu melhor desempenho.

 Por ser uma pista descoberta, ela tem que estar preparada para inúmeras variáveis, principalmente chuvas. Temos que deixa-la sempre absorvível, incluindo passadas de grade.

 Durante o 7º Play Horse, dia 31/01/2016, comprovamos que continuou muito segura apesar da grande chuva que tivemos na semana da prova, sendo que mesmo assim tivemos tempos excelentes em pista.

ABTB: Quem ajuda na melhora da pista?

Verena: Nossos tratoristas Moacir que passa a grade e José Roberto que faz os reparos durante as provas.

ABTB: Tem alguma dica para os organizadores de provas?

Verena: As pistas são únicas e muito variáveis, cada uma com suas particularidades e necessidades.

 Temos que ter como meta a segurança e o bom desempenho do cavalo e que os recordes apareçam sim, já que são muito bem-vindos, mas como consequência de uma pista segura e adequada aos cavalos. Acreditando que cada dia de prova é único e incomparável, criamos um troféu para o “melhor tempo do dia”, que dessa vez no 8º Play Horse foi para o Sidnei Júnior X Três Uno Quatro com 16,909.

 Agradeço aos competidores, treinadores e proprietários que prestigiam nossas provas! 

 E vem aí o 9º Play Horse:

Por Camila Gonzales

ABTB Treinadores - Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. - (14) 99818-0059 / 3261-4847.

Log in

create an account