Associação Brasileira dos Treinadores de Tambor e Baliza
    A Paixão Levada a Sério

ABTB Treinadores - Como tudo começou

Em entrevista com o idealizador e fundador da ABTB Treinadores, Abelardo Itamar Peixoto, a associação traz para vocês um breve histórico de como tudo começou.

Antes da ABTB o que você fazia?

Abelardo: Treino cavalos há mais de 35anos, sempre estive envolvido em organizar provas de Tambor e Baliza, organizava campeonatos dentro da Capital Paulista, porém eram provas regionais sem núcleos ou associações, na época as premiações eram somente com troféus poucas provas davam premiações em dinheiro.

Nessa época já tinha a ideia de fundar uma associação relacionada ao esporte de Tambor e Baliza?

Abelardo: Não tinha a ideia de fundar uma associação, mas sempre gostei de fazer parte dos grupos organizadores de competições de várias modalidades do meio equestre. Tinham muitos rodeios na época em que eu organizava as Provas dos 5 tambores, Prova da Cadeira e muitas outra provas equestres .

Quando teve conhecimento da Associação dos Treinadores dos EUA?

Abelardo: Quando estive pela primeira vez nos Estados Unidos, em 2002. Fui a convite do pai de uma aluna minha que ficou uma temporada no Rancho de Joyce Loomis e ela nos levou em uma grande prova, entre uma conversa e outra surgiu o assunto de que quando os treinadores americanos se uniram muita coisa mudou, e a Joyce falou para mim que nós treinadores brasileiros deveríamos nos unir e fundar uma associação. Na volta para o Brasil vim pensando e coloquei na cabeça que iríamos fundar uma associação. Anos depois ela veio para o Brasil, em Abril de 2007, a convite do Thomas da Fazenda Nossa Senhora de Lurdes para visitar e ministrar uma clínica, no final dos trabalhos nós tivemos uma reunião com ela e com alguns treinadores que estavam presentes no local, e assim demos andamento aos primeiros passos para fundar a tão sonhada ABTB Treinadores.

Fale um pouco sobre a Associação dos Treinadores. Como tornou o sonho em realidade?

Abelardo: A ABTB foi fundada em Abril de 2007, durante seis anos a associação ficou sediada em Arujá no Centro Hípico Versátil. No começo da ABTB, para criarmos o estatuto e o regulamento e registrarmos em cartório tivemos muita sorte por ter um cliente meu que era um bom contador e também uma ótima secretaria que até hoje sou grato por tudo o que ela fez pela ABTB (ANA). Tivemos várias dificuldades e problemas, mas sempre acreditamos que seria possível e aí tivemos o apoio de vários Criadores que doaram produtos de sua Criação: Agropecuaria Grão Forte , o Haras Fazenda Mosquito, o Rancho Vitória, a Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Quarto de Milha, a Leiloeira WV, o Grande treinador Vagner Simionato que também doou um potro e muitos outros proprietários. Com esses animais doados como incentivo ao esporte, conseguimos arrecadar um valor que nos ajudarão muito graças a Deus.

Quando estávamos com todos os documentos da ABTB regularizados e ela já registrada com seu estatuto e regulamento e com toda a diretoria definida foi que concretizamos esse sonho.

ABTB Treinadores: como tudo começou?

Abelardo: Em Abril de 2008 no Congresso Brasileiro da ABQM em Avaré ABTB, realizamos um grande Workshop aberto para todos que estavam no evento no Espaço Tatersal de Leilões e lá compareceram competidores de diversas modalidades, foram abordados vários temas como: liberação de embocaduras com os Juízes Kenny Knowlton e Nicolau (Chuim), Antidoping com Hélio Itapema e sobre nutrição com Maurício Magone. Tivemos o nosso 1º Workshop lotado e foi um sucesso total.

Como foi feita a escolha dos integrantes da ABTB?

Abelardo: Buscamos os profissionais com os mesmos objetivos que os da Associação, que quisessem trabalhar para o crescimento do esporte e que fossem formadores de opiniões.

Quais eram as metas e objetivos iniciais?

Abelardo: Nosso objetivo era levar nosso conhecimento e opiniões pensando sempre no crescimento do esporte, levando para dentro das Associações de Raças e Núcleos algumas solicitações como: a liberação dos freios, aumentar o número de cavalos por cavaleiros nas competições, buscar melhoramento das pistas, organizar clínicas com profissionais internacionais, várias ações com as crianças nos eventos da ABQM para incentivá-los desde cedo.

Fale um pouco sobre a atuação da ABTB junto às grandes provas.

Abelardo: A ABTB sempre terá o compromisso com os organizadores de provas e competidores em ter o olhar técnico durante os eventos, ajudar e opinar em situações que possam vir a ocorrer no momento da prova e com uma diretoria bem experiente auxiliar a fazer o melhor em seus eventos.

Fale sobre o fomento no esporte do Tambor e Baliza.

Abelardo: Nos últimos 10 anos o esporte cresceu de uma forma que é plausível de alegria e todos acompanharam esse crescimento, as Associações das modalidades, os Criadores, treinadores e proprietários. O esporte dos 3 Tambores e 6 Balizas reúne toda a família e na grande maioria das vezes quase todos praticam a modalidade.

O projeto era montar uma pesquisa com um banco de dados que nós conseguíssemos acompanhar o crescimento, sabíamos de quanto o Tambor e Baliza reunia em valores de premiações em dinheiro, carros e motos, televisores e computadores, etc. Sabíamos a quantidade de provas, inscrições, os estados e regiões que mais crescia, a gente tinha um gráfico de todos estes itens e realizamos este trabalho por 3 ou 4 anos. Não me recordo hoje o volume, mas acredito ter dobrado por termos provas todos os finais de semana, tem data que chega a ter quatro provas ou mais em um mesmo final de semana. Foi aí que surgiu a pesquisa anual da ABTB.

Comente sua atual atuação no meio dos Três Tambores, seus sonhos e agradecimentos.

Abelardo: Após deixar a presidência da ABTB continuei minha vida profissional de treinar Cavalos de Tambor que é a coisa que mais amo fazer e também fundei a NBHA São Paulo - Circuito Barrel Race, que já está em sua terceira edição com muito sucesso graças a Deus.

Um dos meus sonhos foi conseguir construir um trabalho de 6 anos no cargo de presidente de uma associação que hoje tem uma influencia importante no cenário Nacional, a Associação Brasileira dos Treinadores de Tambor e Baliza, mas nada disso seria possível sem apoio de toda nossa diretoria, de todos os treinadores e também daqueles que acreditaram que ABTB viria para somar no crescimento das modalidades. Se tivesse que começar faria tudo de novo com o mesmo objetivo pensando sempre no bem comum do esporte. Abraços a todos.

01 de Dezembro de 2015.


Por Camila Gonzales

ABTB Treinadores | Contato: 14 99818-0059 / 3261-4847 / E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Log in

create an account